Treinamento eficiente para
uma performance excelente.

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis
para ter grandes resultados com o seu treinamento.
(é Grátis)

 

    Seu e-mail está seguro. Você receberá apenas e-mails relevantes ao tema.

    Com a adoção cada vez maior do ensino a distância nas empresas, a gestão do e-learning deixa de ser um trabalho pontual e passa a ser um trabalho constante, demandando planejamento, supervisão, mensuração e avaliação dos resultados.


    Gestão do e-learning

    Qual opção é mais adequada a sua empresa? Leia o post de hoje e entenda como cada solução pode ajudar sua empresa.

    Quando a plataforma de treinamento proporciona a automatização de muitas atividades, isso permite o aumento do volume de ações de treinamento, e isso é muito bom! Porém mesmo com automatização, ainda é preciso gestão do e-learning.

    A seguir exemplos de algumas tarefas da rotina de gestão do e-learning:

    • Levantamento de necessidades;
    • Pesquisa de conteúdo ou busca por especialistas no tema;
    • Produção dos cursos;
    • Validações diversas;
    • Ações de comunicação com o público alvo;
    • Atualizações do conteúdo;
    • Esclarecimento de dúvidas dos alunos;
    • Cadastro de alunos e atualizações;
    • Criação e configuração de trilhas de aprendizado;
    • Gestão dos certificados;
    • Análise dos feedbacks;
    • Atualizações tecnológicas.

    Essas tarefas, multiplicadas pelo volume de treinamentos podem ser um desafio, dependendo da equipe disponível para realizá-las. E sem dúvida são muitas tarefas para um só colaborador gerenciar. Mas, o que é melhor para você? Mais gente ou mais parceiros?

    Usando uma consultoria especializada para Gestão do e-learning

    Quando uma organização opta pela contratação de uma consultoria externa, obtêm profissionais que possuem conhecimentos específicos e que já ajudaram outras empresas a alcançar os melhores resultados com e-Learning.

    Os principais benefícios de uma consultoria são:

    • Oferecem uma equipe multidisciplinar, com pessoas especializadas para cada função;
    • Experiência prévia com diferentes cases, ou seja, já conhecem os “macetes”;
    • Quando o volume de produção de cursos é baixo ou médio, ainda é mais econômico produzir fora do que ter pessoas qualificadas internamente;
    • Conhecimento aprofundado de técnicas e métodos de e-learning;
    • Permite que a equipe interna foque nos desafios internos mais difíceis de terceirizar, como levantamento de necessidades, conteúdos, feedbacks e avaliação do impacto do treinamento.

    Usando uma equipe interna para a Gestão do e-learning

    Utilizar exclusivamente uma equipe interna na gestão do e-learning, traz um primeiro desafio, que é… ter uma equipe. Atualmente, no Brasil e também no mundo, é comum os departamentos de treinamento serem reduzidos a um só profissional com foco no ensino a distância.

    É natural a estruturação de uma equipe dedicada a esta função quando o volume de treinamento for alto (em torno de 2 ou 3 títulos por mês). Nesse volume é mais econômico produzir internamente, e certamente fazer a gestão internamente também.
    Outro fator chave em possuir uma equipe interna para a gestão do ensino a distância é que ela conhece a cultura da empresa, algo que muitas vezes demora para uma consultoria externa absorver.

    Benefícios de uma equipe interna na Gestão do e-learning:

    • Comunicação mais rápida;
    • Conhecimento profundo da cultura da empresa;
    • Redução dos custos quando o volume de treinamento é muito alto;
    • Contratação pontual da consultoria, caso seja necessário.

    Então qual a melhor opção?

    Com estas informações, é possível identificar onde estão as lacunas, necessidades e, finalmente, o que é melhor para sua empresa. As duas opções oferecem prós e contras e não existe resposta definitiva, e sim, a mais adequada ao cenário de cada organização.

    O que vemos comumente são empresas trabalhando com as duas opções, tendo um gestor para administrar a equipe de consultoria externa: um casamento que reúne os benefícios de ambas as alternativas e pode gerar bons frutos! Pense sobre isso.

    E a sua empresa? Qual processo de gestão de ensino a distância prefere?

    banner_consultor_projeto_piloto2