Benefícios do Storytelling no EAD: Como produzir melhores conteúdos

Treinamento eficiente para
uma performance excelente.

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis
para ter grandes resultados com o seu treinamento.
(é Grátis)

 


    Seu e-mail está seguro. Você receberá apenas e-mails relevantes ao tema.

    beneficios-do-storytelling

    Descubra os benefícios do storytelling para o seu treinamento online.

    Você já parou para pensar o que construiu a sua visão de mundo? O que fez você acreditar no que acredita? Livros, filmes, estudos? O que a sua família passou como princípios para você? Enfim, não importa a resposta que você escolher, tudo o que você aprendeu – e apreendeu – tem como base uma narrativa, um storytelling. A narrativa é o princípio de um discurso ou de uma crença, ou seja, nesses casos, aprendizado. Por exemplo, quando pais querem ensinar algo a seus filhos, normalmente recorrem a uma história, como a da chapeuzinho vermelho ou dos três porquinhos. Ou quando professores de física querem passar a informação de uma fórmula mais difícil para seus alunos, ilustram com uma história que prende atenção, como a personagem que foi à lua e voltou. Um dos maiores desafios de quem opta pelo e-learning é a adesão e retenção do conhecimento dos colaboradores. Todavia o conteúdo certo, relevante para o colaborador é primordial, porém a forma de transmiti-lo irá impactar diretamente no engajamento dos colaboradores. Contudo, existem técnicas para ensinar qualquer tema por meio de uma história, para que a audiência engaje e retenha o conhecimento, gerando resultados otimizados para a empresa. Pensando nisso, vamos conhecer mais sobre o storytelling e quais são os benefícios da sua aplicação no projeto de EAD da organização.

    O que é o Storytelling?

    Teresa tem 35 anos e coordena a equipe de marketing de uma empresa de peças automobilísticas. Desde criança apaixonada por carros, enfrentou uma boa dose de obstáculos para chegar a esse cargo. Naquele dia, no entanto, enfrentava o maior deles, algo que não esperava que fosse acontecer tão cedo e dentro de seu próprio escritório. Porém, não esperava ficar mais exposta do que quando resolveu ir sozinha cursar MBA em Londres, com o dinheiro que juntara desde a adolescência. No entanto, poderia ouvir a voz da razão, levantar-se e fechar a porta para nunca mais voltar ou poderia enfrentar uma sala que estava cheia de… (…) Pode confessar: você quer saber por que a Teresa está tão apreensiva, não é mesmo? Mesmo sem conhecê-la, algumas características da sua história podem ter chamado sua atenção. [Fica comigo que te conto o que aconteceu] A técnica utilizada para transmitir um conteúdo por meio de uma história – que pode ser fictícia ou não – chama-se storytelling. E ela pode ser utilizada de diversas formas, com objetivo de envolver, emocionar, engajar quem está escutando. Pois, tudo isso promove aprendizado. Ou seja, dentro de um treinamento corporativo, usar storytelling pode funcionar muito bem. Portanto, vamos conhecer um pouco mais sobre os benefícios do storytelling no EAD.

    Benefícios do Storytelling no EAD

    Uma boa história pode ajudar a personalizar a informação que você está tentando transmitir, construir comunicação, estabelecer confiança, superar objeções e demonstrar resultados. E se a audiência se reconhece de alguma forma com a narrativa e/ou com o personagem, então, os resultados podem ser ainda mais bem eficazes. Desta forma, o storytelling torna-se um excelente complemento ao treinamento online, por tornar mais fácil expressar sutilezas e complexidades de comportamento de uma forma agradável, fazendo o colaborador embarcar na jornada do herói e simpatizar com a história. Quando se fala na criação de conteúdo personalizado e nos seus principais desafios, o uso de storytelling parece cair como uma luva. Pense bem: você vai recolher informações, histórias vindas da sua própria equipe e apresentá-las em formato exclusivo, com um enredo bem amarrado e alinhado para… a mesma equipe! Assim, as possibilidades de reconhecimento são bem grandes. Mas na hora de pensar esse conteúdo, é muito importante você:

    • Ter a certeza de que os casos que você vai relatar no conteúdo são verossímeis, ou seja, não precisa ser fielmente real, mas precisa parecer real.
    • Entender que o treinamento todo não precisa ser uma história. O uso mais frequente é o treinamento que conta uma história que pode ser analisada em diversos aspectos. Ou histórias baseadas em casos diferentes.

    Vamos aos benefícios:

    1.Desenvolve a empatia do colaborador e melhora o engajamento do treinamento

    Fale com sinceridade: Quem nunca se comoveu com uma propaganda de banco, de alguma marca de cosméticos ou mesmo de fraldas? Estranho, não é mesmo? Não, não é. Pois a narrativa daquela propaganda foi desenvolvida para te envolver. E todos os componentes dela contribuíram para isso: Personagens, cenários, trilha sonora e, claro, um bom enredo com início, meio e fim. Por que não usar essa ferramenta no EAD?. Claro, temos uma diferença de orçamento de peças publicitárias e treinamentos internos. Contudo, uma narrativa baseada em personagens e com uma boa história e cenários, que façam parte da rotina do colaborador, pode estimular a empatia e ajudá-lo a se conectar emocionalmente com o conteúdo. Portanto, envolvendo-o ainda mais no treinamento online.

    2.Estimula a absorção do conteúdo

    Como falamos no tópico anterior, desenvolver experiências através de um storytelling criativo, não só pode deixar o treinamento mais divertido e interessante, mas também pode criar um envolvimento emocional do colaborador com o conteúdo. E isso impacta diretamente não só no engajamento do treinamento, como também na absorção do conteúdo. Pois acredita-se que quando envolvemos nossas emoções durante o processo de aprendizagem, acessamos regiões do cérebro envolvidas na cognição, memória e interpretação. E, consequentemente, expandimos a nossa capacidade de absorver o conteúdo.

    3.Simulações de histórias reais oferecem segurança para tentar e falhar

    A falha, o erro, são partes importantes do aprendizado. E já falamos por aqui como os treinamentos e simulações são importantes por criarem um ambiente seguro para o erro. Mas onde entra o storytelling? Cenários, atividades e personagens baseados em histórias – especialmente aqueles que refletem a vida real – fornecem um ambiente seguro para olhar para erros, analisá-los e acumular conhecimentos para evitá-los. E sem expor um colega ou até discutir riscos de situações que ainda não aconteceram. Quais são os erros mais comuns que os seus funcionários cometem no dia a dia? Um ponto interessante pode ser descobrir onde os colaboradores estão encontrando maiores dificuldades. E, a partir disso, desenvolver um projeto de EAD que englobe tais atividades através de um cenário, com avaliações, que os permitam recriar essas experiências.

    4.Oferece contexto para adaptar colaboradores à mudanças

    Ainda que você seja uma pessoa extremamente segura, de uma forma geral, mudanças costumam gerar inseguranças. Principalmente quando relacionadas a estrutura do trabalho. Seja uma mudança de ambiente, habilidades novas que deverão ser desenvolvidas, novos procedimentos que deverão ser tomados ou mesmo novos produtos. Pensando nisso, os programas de aprendizagem baseados em storytelling permitem o desenvolvimento de tais cenários com personagens e problemáticas comuns à rotina do colaborador. Ou seja, saindo apenas do abstrato e se aproximando do concreto. Pois isso faz com que o colaborador seja capaz de experienciar a nova realidade, ajudando-o a se familiarizar com o novo cenário, seja ele qual for. Ou seja, o storytelling no EAD pode ajudar a fornecer contexto para iniciativas de gerenciamento de mudanças e aprimoramento de habilidades, mostrando aos colaboradores como será o dia a dia após a mudança. E como eles deverão agir a partir dela. Acho que já ficou bem claro os benefícios do storytelling para o EAD. E você deve estar se perguntando como colocar em prática. Mas calma que essa tarefa pode ser mais simples do que você imagina. Sendo assim, confira algumas dicas de como utilizar os benefícios do storytelling no seu projeto de EAD.

    Como usar storytelling no e-learning?

    A técnica pode ser utilizada nos conteúdos mais diversos de e-learning. E é particularmente útil em treinamentos que envolvem comportamento e relacionamento, como: atendimento, vendas, negociação e liderança. O storytelling pode estar presente na transmissão do seu conteúdo como:

    1.Um enquadramento da audiência:

    Como falamos anteriormente, a identificação dos colaboradores com a história que está sendo contada é fundamental para a construção de um storytelling envolvente. Sendo assim, você pode, e deve, usar a técnica para colocar o colaborador como o próprio personagem, construindo um cenário no qual ele interage e toma as decisões.

    2.Uma história por si mesma:

    Nada melhor para aprender um conteúdo do que ser apresentado ao próprio conteúdo! Então, por meio de técnicas audiovisuais, por exemplo, você consegue falar do assunto sem comparações, apenas construindo uma apresentação. Ou seja, não economize elementos para ilustrar o storytelling. Um bom design instrucional fará toda a diferença no seu projeto.

    3.Uma boa narração pode ser bem-vinda, mas cuidado para não distrair seus colaboradores:

    Se você optou por narrar a história em áudio, certifique-se de que o locutor está agindo apenas como um guia para os colaboradores, e não está se tornando o protagonista da história. Pois isso poderia distrair os colaboradores do foco principal que é absorver o conteúdo que está sendo transmitido. Além disso, um narrador prolixo, com um sotaque marcante ou com alguma falha na dicção pode se tornar uma distração no treinamento.

    4.Evite sobrecarga cognitiva:

    Já ouviu dizer que equilíbrio é tudo? Pois é, aqui não é diferente. Um storytelling muito longo pode se tornar cansativo e nada agregador a aprendizagem dos colaboradores. Por isso, ao desenvolver a narrativa, tente mantê-la o mais simples possível para evitar sobrecarga cognitiva. Porém, deve-se tomar cuidado também para não ficar muito simplista a ponto de não oferecer aos colaboradores nenhum benefício ou valor real.

    Como aplicar a técnica e obter os benefícios do storytelling

    • Ilustre adequadamente o que você quer dizer:

    Quais são os principais elementos que deverão estar inclusos na sua narrativa? Uma boa história tem início, meio, fim, personagens, cenários e um conflito que deverá se desenrolar para uma solução. Um enredo completo e bem desenvolvido levará seus colaboradores a ficarem mais envolvidos e imersos no treinamento. Lembre-se: A audiência precisa se identificar com a narrativa em questão. Escolhendo qualquer formato, a técnica de “jornada do herói” é a que normalmente é aplicada. No entanto, não precisa ficar engessado e preso a cada etapa. Pois a depender do conteúdo e proposta do treinamento, um tópico ou outro pode variar.

    O que chamamos a “jornada do herói” é basicamente:

    Primeiro: Exposição do personagem e cenário; Segundo: O lançamento do personagem rumo à aventura e aos conflitos; Terceiro: O clímax da história em que há um momento de decisão – enfrentar o desafio, não enfrentar, como enfrentar? Quarto: A vitória ou perda da personagem em relação ao problema apresentado; Quinto: A resolução e moral da história apresentada. Tenha atenção, também, para alguns critérios que fazem o storytelling funcionar:

    • O objetivo deve ser claro;
    • Faça com que suas intenções estejam bem claras;
    • A personagem, que é a audiência, que deverá ser a protagonista da história;
    • Faça uso da emoção;
    • Não faça da história algo muito complicado: simplifique;
    • Deixe claro o porquê de aquela história estar sendo contada.

    Já sente segurança para produzir conteúdo com storytelling?

    Contar uma história é um desafio. Mas a gente sabe que quando o tema é importante, o desafio pode tornar-se um grande aliado da criatividade. Não que o storytelling vá sanar todos os obstáculos que você pode encontrar no e-learning. Mas, no mínimo, você vai trazer mais emoção e envolvimento para seu grupo. Que tal trazer colaboradores que têm um talento nato para contar fatos para o seu lado quando for montar o seu conteúdo sob medida? É uma ideia que pode funcionar, se você souber utilizá-la bem. Quer dar um passo atrás e ainda pensar sobre como produzir conteúdos? Nós podemos dar uma mãozinha nesse processo. Quer conversar também sobre conteúdo sob medida e os benefícios que ele pode trazer para seu treinamento?

    Sim, quero saber mais sobre essa história

    Ah, quanto à Teresa? Pois é, ela enfrentou uma sala cheia de diretores e investidores da sua organização. Esperando sua resposta a proposta que, caso fosse aceita, mudaria seu destino. Bom, depois de pensar por uma semana se deveria aceitar ou não aquela posição fora do país, decidiu, naquela mesma sala, ficar. E que o próximo passo a ser dado era investir em sua equipe, buscando um treinamento ainda melhor do que aquele que ela estava aplicando antes.