Treinamento eficiente para
uma performance excelente.

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis
para ter grandes resultados com o seu treinamento.
(é Grátis)

 

    Seu e-mail está seguro. Você receberá apenas e-mails relevantes ao tema.

    “Com talento ganhamos partidas. Com trabalho em equipe e inteligência ganhamos campeonatos.”

    A frase de Michael Jordan, ex-jogador profissional de basquetebol norte-americano, resume o quanto é fundamental unir esforços e os aprendizados de cada um para alcançar grandes vitórias – e não apenas para resolver as tarefas simples do dia a dia. Como um time de basquete, uma equipe de trabalho precisa de um técnico, um líder que tenha conhecimentos fundamentais e flexibilidade para lidar com pessoas, respeitando suas diferenças e culturas distintas. Esse é primeiro passo para ter uma equipe de alta performance coesa e forte para enfrentar os desafios do mercado e alcançar os melhores resultados para a qualquer empresa.

    Mas afinal, o que você entende quando falamos em uma equipe que oferece alta performance corporativa? Bom, ela nada mais é que um grupo formado por pessoas empenhadas em trabalhar em conjunto para alcançar um objetivo comum. Ah, além disso elas apresentam competências que geram resultados extraordinários!

    equipe de alta performance

    Uma equipe de alta performance é formada por pessoas comprometidas que compartilham ideias, debatem questões, colaboram, tomam decisões acertadas, estabelecem metas ousadas e prioridades variáveis. Não é apenas um grupo com vários indivíduos que pensam da mesma forma, mas sim, que buscam estar alinhados e que têm em comum princípios e valores, visão e engajamento. São pessoas com perfis diferenciados em termos de conhecimentos, experiências, opiniões e ideias. Pois é, e é justamente na riqueza desta diversidade que está a chave para o sucesso!  

    10 características de um time de alta performance:

    • Auto gerenciamento: é aquele cara que sabe exatamente o seu papel e o executa com eficiência.
    • Visão de futuro: sabe agir/planejar ou já tem uma solução pronta para problemas que possam surgir adiante, tanto para as situações previsíveis, quanto para as imprevisíveis.
    • Resiliência: adapta-se facilmente às situações novas, como mudança de local de trabalho, troca de equipe, absorção de outras tarefas, entre outras. Ele encara o imprevisível como algo positivo para a sua carreira e vida.
    • Coesão: integra-se à equipe e cooperar em favor dos objetivos organizacionais.
    • Crescimento: quando o profissional está sempre sendo treinado, desenvolvido e reciclado, ele passa a ser mais competitivo e apto para assumir no futuro, cargos de liderança na empresa.
    • Criatividade: é ousado e inovador no jeito de fazer o trabalho e de transformar o ambiente monótono de trabalho em um lugar mais agradável para trabalhar.
    • Estratégia: cria estratégias apoiadas em dados e estatísticas, de forma a tentar prever o improvável.
    • Diversidade: vê positivamente a diversidade das pessoas, acredita na capacidade de cada um e acha importante o compartilhamento de várias opiniões.
    • Atualização: busca se atualizar e conhecer ferramentas modernas para utilizar em seu trabalho, realiza benchmarking com frequência e acompanha sempre as novas tendências do mercado.
    • Motivação: o cara que trabalha feliz e motivado, buscando contagiar esses sentimentos às pessoas de sua equipe, para que todos atuem em um ambiente agradável.

    Vale lembrar que o gestor ou líder é o principal responsável por formar e monitorar uma equipe de alta performance. Cabe a ele o desafio de promover e estimular em cada integrante o sentimento de pertencer, reconhecendo periodicamente as atuações que mais se destacam.

    E então, o que o gestor pode fazer para criar uma equipe de alta performance?

    Ficar falando sobre um time de trabalho como este é muito fácil, mas na hora da prática, este conceito pode se tornar abstrato, não é mesmo? Veja agora então os nossos 11 passos que você deve seguir para formar uma equipe de alta performance e manter a harmonia e um clima organizacional positivo no ambiente de trabalho:

    1 – Recrute corretamente: busque por pessoas que se identifiquem com sua visão de negócio. O ideal é que você faça pessoalmente o processo de recrutamento e seleção.

    2 – Seja acessível: esteja sempre ao alcance de cada membro da sua equipe. Somente dessa forma, você conseguirá entender a singularidade dos profissionais do seu time e manter uma maior proximidade com eles.

    3 – Facilite e incentive a comunicação: o fluxo de informação precisa ser eficiente entre você e sua equipe e também, entre os próprios integrantes. Todos precisam conhecer suas respectivas funções, posições, competências e diferenças para que haja harmonia e respeito mútuo, facilitando o convívio diário.

    4 – Seja conciliador: é fundamental que você mantenha a equipe em sinergia. Se, porventura, houver desacordos entre os integrantes, coloque em prática sua habilidade de negociação.

    5 – Tenha objetivos claros: garanta que todos da equipe tenham consciência dos objetivos individuais a serem alcançados e daqueles comuns a toda a área. E também que saibam os caminhos que devem ser percorridos para isso.

    6 – Seja humilde: procure entender os erros e buscar corrigi-los em grupo, mantendo sempre toda a equipe motivada.

    7 – Desenvolva a equipe: é muito importante que você incentive o time a sempre aprimorar seus conhecimentos por meio de cursos, palestras, workshops e também, é claro, através dos treinamentos. Assim, os profissionais de sua equipe se manterão competitivos e prontos para assumir novas posições na carreira.

    8 – Defina funções: esclareça para todos, de forma muito clara, quais as responsabilidades de cada um e as respectivas funções a serem exercidas.

    9 – Diversifique: ao formar uma equipe, conte com perfis diferenciados (dê espaço para os emocionais, para os mais racionais, os analíticos, detalhistas, etc.). Juntos, eles irão se completar!

    10 – Dê feedback: a equipe sempre espera alguma atitude do gestor ao finalizar uma tarefa. Então, sempre dê um retorno, seja por meio de elogios e agradecimentos quando a atividade foi bem realizada ou críticas construtivas, caso o desempenho tenha deixado a desejar. Além disso, você pode criar programas de reconhecimento e recompensa para que o time seja constantemente estimulado.

    11 – Mantenha a serenidade: esta postura é imprescindível, principalmente para controlar sua equipe em momentos de crise. É preciso saber planejar, tomar decisões com rapidez e se moldar ao novo cenário!

    Ter em sua empresa um time como o de Michael Jordan não é simples, mas com certeza será muito bom e os resultados serão muito positivos. Com muita dedicação e empenho com foco em desenvolver e transformar seus colaboradores, você terá uma equipe de alta performance! Vale a pena tentar. O caminho é longo, mas o resultado é gratificante.

    Você ainda tem dúvidas de como montar uma equipe de alto desempenho em sua empresa? Veja como a Líteris pode contribuir para isso e compartilhe conosco suas dúvidas e sugestões!