11 dicas para escolher o melhor fornecedor para sua empresa

Treinamento eficiente para
uma performance excelente.

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis
para ter grandes resultados com o seu treinamento.
(é Grátis)

 


Seu e-mail está seguro. Você receberá apenas e-mails relevantes ao tema.

Escolher o melhor fornecedor para sua empresa sempre é uma tarefa delicada, não é mesmo? Mas tudo fica ainda mais delicado quando você está escolhendo um fornecedor de e-learning. Sabe por que?

Sem bons fornecedores, os processos podem ficar à deriva, atrasando todo o fluxo de produção e entregas. No entanto com um bom fornecedor ao seu lado, a empresa pode firmar parcerias produtivas e que gerem bons frutos para ambos os lados.

É preciso pensar os fornecedores como um apoio externo importante. Eles serão fundamentais para o sucesso do projeto. Por isso, é fundamental tomar muito cuidado para na hora certa escolher o melhor.

melhor fornecedor

Por que é complicado escolher um fornecedor de EAD?

A questão que mais ativa o seu radar para risco é que o relacionamento com esse fornecedor, se tudo der certo, vai ser de longo prazo. É um compromisso e tanto, por isso é muito importante escolher bem.

Além disso se você estiver escolhendo um fornecedor que oferece Plataforma de Treinamento LMS, produção de cursos e também consultoria e treinamento para você, são muitas áreas distintas para avaliar e isso complica um pouco mais.

Para alguns negócios, o treinamento é um dos pilares para manter uma empresa competitiva, conscientizando, capacitando e mudando hábitos para melhorar a produtividade. Através do EAD você irá sistematizar e expandir o treinamento. Existe muito valor aqui.

Então, o que avaliar ao escolher um fornecedor de EAD?

Cada organização e projeto são diferentes. Não existe a fornecedor perfeito. Existe o que mais se adapta a sua necessidade. A seguir apresentamos alguns pontos chave para ajudá-lo nesta decisão:

1 – Há quanto tempo o fornecedor está no mercado?

Escolher um fornecedor com boa experiência é recomendável. Claro que em todos mercados existem empresas novas e com boas ideias, e isso é muito positivo. O único problema é você pagar para descobrir se essas ideias funcionam ou não.

E embora o tempo de estrada não seja um indicador absoluto de qualidade, tendo em vista que existem boas empresas que já operam com excelência desde seu nascimento. Sabemos que tem algumas coisas que o tempo ensina: Tratamento ao cliente, a gestão de crise e a expertise do relacionamento com a clientela.

No entanto, uma dica que dou é: Além de tempo de mercado, verifique os clientes dele. Se possível, peça para entrar em contato com alguns, já que colocar o logo no site nem sempre revela muita coisa. O interessante é saber a visão dos clientes quanto aos serviços prestados.

Prezar por players tradicionais do mercado é uma garantia de estar lidando com uma empresa que já conhece o segmento há tempo suficiente para introduzir boas práticas em seus processos. Porém, é sempre bom procurar garantias de que a empresa faz jus à sua tradição.

2 – Competências comprovadas

Para não dar um tiro no escuro, é importante que a empresa procure meios de atestar a qualidade dos serviços e produtos de um fornecedor. Para aferir esse quesito, o gestor pode contar com algumas soluções. Como pedir um portfólio ou o contato de duas ou três outras empresas que tenham feito negócios previamente, como falamos anteriormente.

Entre em contato e procure entender os motivos da escolha da empresa. Caso já não haja mais uma relação comercial entre a empresa consultada e o seu “pretendente” a fornecedor, pergunte qual foi a razão da ruptura.

A partir disso, avalie se vale a pena dar prosseguimento ao negócio. Pois a ideia é se proteger de ciladas. Por isso não meça esforços para conseguir esse objetivo. Cair na armadilha de uma empresa pouco confiável pode se transformar em um enorme prejuízo.

3 – Comunicação

Um indicativo importante de qualidade nas empresas é a maneira como ela se relaciona com seus clientes. Observe as empresas que demoram enviar orçamentos ou responder dúvidas de seus consumidores. Esse pode ser um sinal de que é melhor procurar um novo fornecedor.

Ninguém espera que um fornecedor dedique 100% de seu tempo para um único cliente, mas se você demonstra mais interesse e afinco em comprar do que o fornecedor em vender, esse pode ser um sinal de atrasos e ruídos de comunicação entre as partes.

4 – O fornecedor tem processos bem definidos?

Para ter as expectativas alinhadas, é preciso entender os processos. Sendo assim, verifique se seu possível fornecedor de e-learning tem processos definidos, algum modelo de projeto, quais são as etapas envolvidas, o papel de cada um – tanto do cliente, como da equipe do fornecedor de EAD – e como funciona a sua participação dentro do planejamento.

5 – Que tipo de apoio o fornecedor está disposto a oferecer?

Falando em processos definidos, talvez essa seja a primeira pergunta que você deva fazer. No início do seu projeto e-learning, você pode ficar um pouco perdido – mesmo que já tenha implantado EAD em outra experiência – pois cada projeto é diferente e as empresas trabalham de formas distintas. Então é fundamental saber que tipo de assistência o fornecedor vai lhe dar ao longo deste relacionamento. Não basta dizer que dá suporte!

Pergunte como funciona, pergunte se tem SLA definido. SLA é o termo em inglês para Acordo de Nível de Serviço, mas normalmente nesses casos é utilizado para definir o tempo de resposta de uma tarefa. Nesse caso, para o suporte te atender.

Outra pergunta é quais são os canais de atendimento. É só por email? Tem chat? Ou telefone?

E suporte aos seus treinandos, também oferece?

Além disso pergunte se tem outros serviços como Operação Assistida, isto é, alguém para operar a ferramenta por você. E se oferece algum treinamento após a implantação da Plataforma da sua empresa. Acredite, é melhor saber antes do que ter surpresas depois!

6 – Ele acompanha seu planejamento e avalia as métricas e resultados?

Um bom fornecedor de EAD é aquele que não te abandona após a venda! Por isso, consulte se ele acompanha os resultados dos projetos realizados. Mais uma vez, não basta responder que sim, é importante explicar como esse trabalho é feito e se terá custo excedente para você no futuro.

7 – Qual a estrutura de gestão de projetos do fornecedor?

Essa questão se aplica mais a implantações complexas ou a projetos de criação de curso sob medida. Como são projetos mais longos, com muitas etapas interconectadas, é primordial certificar-se de que o fornecedor tem conhecimento e experiência para gerir todos esses pontos simultaneamente. Não fazer uma boa gestão é garantia de ter um daqueles projetos sem fim que levam meses e até anos para ficarem prontos.

Ainda na gestão de projetos: O fornecedor trabalha com cronogramas estruturados ou apenas lhe informa uma data de entrega? Cronogramas bem estruturados são fundamentais para analisar os possíveis impactos financeiros no caso de um atraso ou de uma mudança no escopo no meio do projeto, por exemplo.

Imprevistos fazem parte de todo projeto, a questão é como seu fornecedor lhe auxiliará em possíveis situações de imprevistos. Você precisa de um fornecedor que consiga lhe fornecer esses dados para que possa tomar decisões do projeto com base em dados.

8 – Ele oferece alguma ajuda na produção de cursos ou apenas na Plataforma LMS?

Esse ponto é mais ou menos importante se você constrói ou pretende construir seus cursos internamente em sua empresa, ou se pretende terceirizar com seu fornecedor. Não existe resposta certa aqui. Depende dos recursos que você possui a sua disposição: equipe interna que sabe produzir cursos online e que tem tempo destinado para essa tarefa ou recursos financeiros que lhe permitem contratar uma empresa especializada.

A configuração mais flexível dependendo da verba disponível é: Você fazer alguns cursos internamente e terceirizar outros. Mantendo um bom nível de equilíbrio de tempo e investimento, claro.

Fazer tudo sozinho é pesado para qualquer um! Por isso é interessante ter um fornecedor do seu lado que seja capaz de produzir cursos, mas também de oferecer recursos de apoio para lhe ajudar a desenvolver por conta própria.

9 – Os cursos produzidos e a plataforma seguem os padrões mundiais?

Certifique-se de que seu fornecedor está dentro dos padrões mundiais, pois isso é o que lhe garantirá a qualidade e liberdade. O padrão mais conhecido é o SCORM, leia mais sobre ele aqui. Resumindo bastante, esse padrão promove a compatibilidade entre cursos de fornecedores diversos com Plataformas LMS de fornecedores diretos, deixando você livre para escolher entre eles.

Encontrar alguém para entregar por entregar, não é difícil. Mas entregar com qualidade, no prazo estipulado e acompanhá-lo em todas as etapas realizando ajustes com base em métricas e resultados, é o que se deve esperar de um bom fornecedor de EAD!

10 – Valores

O velho ditado de que o barato sai caro se aplica na escolha de fornecedores. Desconfie de preços muito distintos do restante da concorrência, mas também não se deixe enganar: Nem sempre as empresas que operam com valores mais altos são as mais competentes do mercado.

11 – Prazos

Por fim, agilidade e flexibilidade de prazos são alguns diferenciais importantes na hora de contratar o melhor fornecedor. Mesmo as empresas que possuem processos rígidos e bem definidos sabem trabalhar de maneira a se adequar às necessidades do cliente. Opte por fornecedores que consigam compreender suas demandas e saibam encaixá-las de modo a nunca deixar sua empresa na mão.

Lógico que o cumprimento dos prazos depende da negociação, mas o fornecedor que se prontifica a flexibilizar suas operações para atender um cliente demonstra um cuidado com o sucesso do seu negócio e também com a manutenção da parceria.

Com essas dicas você está pronto para escolher um fornecedor!

Essas são algumas dicas que podem auxiliar nesse minucioso processo de escolha do melhor fornecedor.

Que outras características você acredita serem fundamentais na escolha de um fornecedor? Deixe nos comentários suas experiências na escolha de um fornecedor e comente também sobre as estratégias adotadas em sua empresa. Estamos curiosos para saber!

Aliás, como está o andamento do treinamento online na organização? Tem dúvidas ou deseja implementar um LMS? Podemos te auxiliar nesse processo.