Treinamento eficiente para
uma performance excelente.

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis
para ter grandes resultados com o seu treinamento.
(é Grátis)

 

    Seu e-mail está seguro. Você receberá apenas e-mails relevantes ao tema.

    O e-learning anula o treinamento presencial

    Mitos do e-learning

    Este é o primeiro texto da série “Mitos do e-learning”, que tem o objetivo de desmistificar frases e pré-conceitos do mercado de e-learning. Vamos desfazer os mitos através de fatos.

    O aprendizado online já está tão incorporado aos treinamentos presencias que nós nem nos damos conta. Aposto que você mesmo já recorreu ao Wikipédia para pesquisar algo que foi dito por um instrutor ou palestrante, sem que eles tivessem feito essa recomendação a você.

    Isso mostra já existe uma conexão natural entre o eletrônico e o presencial. Não é por acaso que o Blended Learning, modalidade de treinamento em que o presencial e o online coexistem, tem grande aceitação.

    A presença de um instrutor sempre terá espaço e será utilizado onde for viável, de acordo com o objetivo e a necessidade do treinamento. Além disso, mesmo quando o treinamento é totalmente presencial, recursos eletrônicos são utilizados para controle das turmas, incluindo registro de dados como presença, notas e disponibilização de apostilas digitais e conteúdos adicionais.

    Treinamentos presenciais permitem a realização de debates e troca de ideias de forma mais fluida, interações mais dinâmicas, avaliação de retenção imediata e a resposta às dúvidas é mais rápida.

    O e-learning é excelente para a realização de ações assíncronas, é mais flexível, também pode ser realizado em tempo real, além de contar com os benefícios de ter amplo alcance, baixo custo e ser realizado em menor tempo.

    As duas modalidades têm suas vantagens. O fundamental é identificar, dentro do contexto, qual é a solução mais adequada. Uma pesquisa do Portal Learning & Performance Brasil, do ano de 2014, revelou que 14% das organizações brasileiras utilizam o Blended Learning. Os principais fatores para a utilização do método híbrido foram redução no tempo de treinamento, redução na quantidade de viagens dos instrutores e melhor performance da força de vendas.

    A conclusão é a seguinte: não existe competição entre o e-learning e o presencial. Um não é melhor do que o outro. Cabe ao gestor que coordena o treinamento encontrar a forma mais eficiente de viabilizar a capacitação dos seus alunos.

    Qual é a modalidade mais utilizada na sua empresa?
    Como essa modalidade satisfaz (ou não) a demanda do treinamento?