Treinamento eficiente para
uma performance excelente.

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis
para ter grandes resultados com o seu treinamento.
(é Grátis)

 


Seu e-mail está seguro. Você receberá apenas e-mails relevantes ao tema.

Transformação digital é o conceito que descreve o momento pelo qual estamos passando: a conversão dos processos analógicos para os digitais. Nada de depender de dispositivos físicos como bluray e drives externos, se você tem uma lista de filmes acessíveis por streaming. Pedir um carro, alugar um apartamento, tudo na palma da mão, com alguns cliques no seu celular.

Tudo isso significa mais rapidez na troca de informações, seja entre pessoas ou entre empresas. Mais ainda, todas essas inovações impactam diretamente na forma como fazemos negócio, como compramos e vendemos e, claro, como trabalhamos no nosso dia a dia.

Para além dessas mudanças sociais, a transformação digital também é um dos principais desafios das empresas – sejam elas de grande ou pequeno porte. Como em toda transformação, é fundamental concentrar foco nas mudanças e, para isso, o aprendizado da sua equipe deve ser priorizado.

A sociedade inteira está passando pela transformação digital. A sua equipe está preparada para esse desafio?

A transformação digital começou e já faz parte do dia a dia!

Além de permitir uma mudança na infraestrutura, passar pela transformação digital muda também a forma como pensamos e agimos socialmente. E profissionalmente. Sabe no que isso impacta? Empresas que avançam mais rapidamente no processo, segundo pesquisa, lucram 26% a mais que outras que não o fazem.

A transformação digital muda estruturalmente as organizações. Por meio dela, a tecnologia faz parte de todo e qualquer processo empresarial, deixando de ser linear. É possível, também, observar o negócio de ponta a ponta, uma visão integral, sempre orientada pela demanda do cliente.

Mais do que usar ferramentas tecnológicas ou estar presente em redes sociais, é necessário que a equipe tenha a transformação digital no seu DNA, com a noção das possibilidades que surgem no processo, para que os potenciais de novos negócios e de inovação ganhem força.

Toda esta transformação é refletida diretamente na relação entre empresa-cliente. Por exemplo, a busca pela hiper-personalização dos produtos e serviços leva à demanda de dados mais finos, apurados sobre o público. Outro exemplo interessante é a capacidade das empresas de relacionar-se diretamente com o consumidor final, seja através de suas redes sociais ou de softwares de CRM, compreendo cada interaçã, seja opinião, elogio ou crítica, como um potencial de crescimento.

Transformação digital dos negócios

Se em um momento analógico as organizações tinham processos com limitações físicas como, por exemplo, arquivos de papel, agora é possível gerenciar equipes, clientes e demandas de forma digitalizada, mais dinâmica e, claro, mais rápida. Entretanto, uma empresa que adere à transformação digital (e todas que quiserem se manter ativas terão que, invariavelmente, aderir) está indo com o fluxo natural dos avanços sociais, com a mudança de comportamento, de gerar e de ter experiências. A digitalização deve estar no coração do negócio.

Dentro desse cenário, existem os drivers da transformação, ou seja, alguns termos e conceitos sobre os quais é interessante estar a par:

  • Big Data: é o volume total de dados acessíveis que são estruturados e estruturantes dentro das nossas relações e que são gerados a todo tempo, captados por diversas ferramentas. Quando você assiste àquele filme no aplicativo, gera dados que são cruzados com dados de outros aplicativos, que viram um acúmulo de informações. Quando você aceita participar daquele evento anunciado no Facebook, está deixando a informação de que gosta daquele tipo de conteúdo. Tudo isso é big data.
  • IoT: Internet of things ou a internet das coisas. Diz respeito à forma como objetos físicos conectam-se digitalmente entre si. O conceito de internet das coisas está no momento em que você espelha seu smartphone na sua smart TV ou no seu relógio, por exemplo.
  • Machine Learning: sistemas podem aprender dados e tomar decisões autônomas, com intervenção mínima de seres humanos. Isso é machine learning: o potencial que uma máquina tem de aprender e repassar “conhecimento” para outra, gerando dados inéditos.
  • BI (Business Intelligence ) é um termo que influencia diretamente no que você faz dentro da empresa. Ele é um conjunto de técnicas e conceitos que guia os processos da organização. Pelo BI, as tomadas de decisão são baseadas em dados e análise (informação e evidências), por meio de softwares empresariais. Alguns deles organizam todos os dados e ajudam na hora de prospectar e traçar objetivos, fazendo com que haja diminuição de riscos e custos.
  • Automação: essa é, ainda, uma dificuldade na realidade das organizações brasileiras, mas a automação nada mais é do que contar com ferramentas digitais corretas para que façam acontecer o que já está no mindset dos colaboradores. No lugar de fazer mil planilhas para identificar clientes e os prospects que podem dar certo, além das vendas que estão em curso, ter um software de CRM, por exemplo, é pensar digital. E para informar o consumidor sobre o seu conteúdo? Basta criar a estratégia e deixar que a máquina entenda muito bem para quem entregar.

A transformação digital está entrando de fininho na sua empresa

Talvez ainda seja um pouco difícil reconhecer alguns passos que já tenham sido dados e quais ainda devem acontecer. De uma forma geral, com a evolução, é possível que você perceba:

  1. Processos melhorados
    Por meio da automação, os processos ficam mais ágeis e assertivos. O resultado é usar a inteligência humana de forma otimizada e que gere mais resultados.
  2. Fluxos de receita renovados
    A transformação digital – e isso pode ser visto a cada etapa – permite a abertura de novas possibilidades para negócios que antes poderiam não ter espaço.
  3. UX: otimizar, otimizar, otimizar
    Quando você compra um celular, está comprando a experiência de poder resolver suas pendências de comunicação – via voz, texto, imagem. A experiência do usuário é quem move a produção – e a transformação digital – hoje em dia.
  4. Agilidade no negócio
    Com números e dados precisos, é possível, além de ser mais rápido na tomada de decisões, agir sobre oportunidades.
  5. Maior fluidez
    Os colaboradores passam a ganhar mais conhecimento e as habilidades entre as equipes fluem melhor.
  6. Mais criatividade
    Como o trabalho técnico e automático está com a máquina, a equipe tem mais espaço para desenvolver inteligência e o valor do negócio passa a ser medido por produtividade, aquisição e retenção do talento, assim como inovação e criatividade.
  7. RH mais respaldado
    Com base em dados, é mais fácil diagnosticar funções de acordo com os talentos contratados.
  8. Melhor engajamento do time
    Como o processo de TD permite saber as demandas do colaborador, é mais fácil dar a ele o que ele precisa, aumentando o engajamento.

Não é quando, mas quão rápido

O mundo já é digital, então, quanto mais rápida e dinâmica for o processo de transformação digital na sua empresa, mais rapidamente os resultados poderão ser observados.

Existem diversas maneiras de ativar seu time e guiar a sua organização rumo a esse objetivo. Tenha certeza de:

  1. Ter um bom time de TI
  2. Ter uma equipe alinhada com as novas tecnologias
  3. Ter um plano de adequação do seu time a esse momento

Possuir um plano de adequação significa promover treinamentos direcionados de acordo com a necessidade dos seus colaboradores. Você sabe quais são elas? Como você planeja promover essa trilha de aprendizado?

Treinamentos online são a melhor solução para essa questão, por sua fluidez, possibilidade de adaptação e hiper personalização. Ou seja, é possível produzir um treinamento único que atenda a demanda da sua equipe, através de videos, textos, imagens e interatividade. Já pensou sobre isso?

Você pode fazer o levantamento das necessidades do seu time, identificar como melhor treiná-lo e contar com a Líteris para produzir conteúdos sob medida. Se precisar de uma ajuda para planejar ou executar, converse com a gente.