Treinamento eficiente para
uma performance excelente.

Receba atualizações, artigos e dicas imperdíveis
para ter grandes resultados com o seu treinamento.
(é Grátis)

 


Seu e-mail está seguro. Você receberá apenas e-mails relevantes ao tema.

Descubra como engajar equipes em treinamentos online com algumas técnicas que vão melhorar a adesão dos seus colaboradores.

Como engajar equipes em treinamentos

Entender como engajar equipes em treinamentos pode ser um grande desafio para os gestores. Em um treinamento presencial, a adesão é mais simples: reúnem-se os colaboradores em um mesmo dia e local, e o curso será necessariamente concluído. Mas, no caso de times dispersos geograficamente, em que o e-learning é a melhor solução, a possibilidade de os colaboradores aderirem ao curso, mas não terminarem, é grande.

Segundo dados do Censo EAD 2017, os níveis de evasão em instituições de ensino que oferecem cursos a distância chegam a incríveis 50%. Esse tipo de pesquisa é impactante. Ao analisar este número, precisamos levar em consideração dois fatores. Primeiro, é que no estudo não temos dados de como são gerenciados esses treinamentos online. A cultura do presencial é muito forte e as boas práticas já são rotina. O mais comum ainda é que reproduzam abordagens do presencial no online, gerando resultados insuficientes. Segundo: os números são uma média. Não são poucos os casos em que a mesma organização tem altíssima adesão em vários de seus em treinamentos online.

Mas, então, o que causa essa dispersão no e-learning e como evitar? Listamos 9 dicas para ajudar você a aprender formas de como engajar equipes em treinamentos online, do início ao fim, e ter um retorno muito melhor sobre seu investimento:

1 – Variedade é o segredo do aprendizado

Provavelmente, você tem alguma receita especial para fazer seu prato favorito. Mas, independente de quão maravilhosa ela seja, se você repetir o mesmo prato todos os dias, uma hora ele vai perder aquele gosto especial e você provavelmente vai enjoar dele.

Na hora de montar seu treinamento online, pense da mesma forma. Como engajar equipes em treinamentos online é um desafio, uma grande dica é fazer com que seus colaboradores interajam com diferentes formatos de conteúdo: vídeos, áudios, questionários, PDF’s, tudo é válido na hora de engajá-los.

Além disso, cada formato é mais adequado para um certo tema do treinamento. Acesse o infográfico “Qual o melhor formato de e-learning para seu conteúdo”, em que recomendamos o melhor uso para cada formato do treinamento online.

2 – Reter a atenção é um grande desafio

Você já começou a ler um texto grande e, de repente, percebeu que estava perdido, precisando voltar do início?

Esse é o problema com conteúdos muito longos. Nossa atenção é desafiada pelos celulares, redes sociais, até mesmo um “oi” do colega ao lado. Manter o foco por longos períodos é um desafio, por isso, o ideal é dividir as informações em blocos menores e mais fáceis de serem consumidos. Sim, estamos falando do microlearning, uma tática muito assertiva na hora de engajar equipes em treinamentos online.

3 – Conteúdo “preto-e-branco” não funciona

Se a sua intenção é entender como engajar equipes em treinamentos e fazer com que os estudantes cheguem até o final do curso, certamente a sua melhor aposta é diversificar, tanto no formato, como dito anteriormente, mas também nas cores.

Sim, as cores têm um impacto muito grande no engajamento das pessoas e também na retenção das informações apresentadas.

4 – A antecipação melhora o engajamento

Sabe como os produtores de Hollywood liberam teasers e trailers antes da estreia de um grande filme para gerar expectativa? Faça o mesmo. Essa é uma forma inteligente de como engajar equipes em treinamentos online: usando planejamento e despertando a curiosidade.
Lançar campanhas de comunicação focadas em divulgar seus treinamentos vai aumentar a expectativa dos seus alunos e, consequentemente, suas taxas de adesão.

5 – Uma estimativa de conclusão estimula o usuário

Não importa se o aluno escolheu fazer um curso online por iniciativa própria ou por demanda da empresa: é sempre uma boa ideia apresentar qual é o tempo estimado para a conclusão do treinamento.

A maioria dos cursos apresenta uma estimativa geral, mas você pode ir além e mostrar de forma individual quanto tempo vai demorar cada módulo.

6 – Cenários com mais de uma solução do problema

Quando um estudante é desafiado a pensar em uma solução nova, ele se torna responsável por estudar todo o processo, do problema à resposta. Isso torna a imersão e o aprendizado muito mais intensos e produtivos.

Pensar em cenários hipotéticos é a melhor forma de trabalhar com esse conceito. Criar uma situação ou apresentar algum estudo de caso onde o aluno precise determinar uma solução para o problema apresentado é um ótimo estímulo para seu aprendizado.

A liberdade aumenta a criatividade e impulsiona o colaborador a se dedicar mais na resolução do desafio.

7 – Investir em um design clean

De acordo com os resultados de uma pesquisa feita pela Microsoft, as pessoas possuem uma janela de atenção bem reduzida, e por isso é fundamental fazer com que os colaboradores foquem adequadamente.

No caso do e-learning, menos é mais. De nada adianta ter uma plataforma recheada de ferramentas e aplicativos, se o usuário não sabe para onde olhar e muito menos onde clicar. Todos os textos, imagens e botões devem ter um propósito específico.

8 – O público-alvo precisa ser estudado

Tudo aquilo que precisa ser incluído na sua plataforma EAD depende de quem é o seu público-alvo. As decisões de planejamento que você faz para treinar as pessoas da área técnica não são as mesmas para as pessoas da área de marketing.

Conhecer a audiência melhora a experiência do usuário e consequentemente, seus níveis de engajamento.

9 – Conectar o conteúdo com a vida real

Não adianta trazer as informações isoladas e torcer para que seu aluno faça as devidas conexões com a realidade. Antecipe essa necessidade e faça você mesmo essa conexão. O storytelling é a técnica de contar histórias e conectar-se com sua audiência por meio das emoções. Esse é o conceito-chave na hora de contextualizar todas as informações que você está trazendo.

O desenvolvimento de um projeto de e-learning de alta qualidade envolve dedicação e aprimoramento contínuo, sem truques ou atalhos.

Garantir adesão ao treinamento é primordial para se obter bons resultados com treinamento. Para isso, as técnicas de ensino/aprendizado devem ser cada vez mais apuradas. Nas palavras de Benjamin Franklin, “diga-me e eu esquecerei, mostre-me e eu lembrarei, envolva-me e eu aprenderei.”

Se seu objetivo é aprender como engajar equipes em treinamentos online, invista em planejamento e consultoria especializada para tornar envolvente toda a experiência, desde a divulgação até a avaliação do curso.

Não está sentindo segurança no seu planejamento de e-learning? Podemos te ajudar. Peça um diagnóstico gratuito com nossos especialistas em EAD. Em um bate-papo, vamos analisar o seu cenário e fazer recomendações para o seu projeto.

Quero uma consultoria gratuita